Enfrentar as desigualdades para vencer a pobreza

 

Equilibre o jogo

Você sabia que hoje 1% da população mundial tem mais do que todo o resto junto? As desigualdades estão crescendo em todo o mundo. A cada ano, a diferença entre pobres e ricos fica maior. Renda e riqueza estão sendo sugadas pelo topo da pirâmide – os super-ricos – de maneira alarmante. O próprio mecanismo de nossos sistemas econômicos nos trouxe a esse extremo e injusto ponto, com regras que beneficiam as elites e suas grandes corporações, às custas de todo o resto da humanidade.

A crise da desigualdade no mundo também vem sendo alimentada pelo uso de paraísos fiscais por empresas multinacionais e pessoas ricas. Dessa forma, eles evitam pagar bilhões em impostos, que poderiam ser usados para melhorar a vida de muita gente. As desigualdades extremas impedem que possamos acabar com a pobreza global, e aprofundam outras desigualdades, como a diferença entre homens e mulheres. Nossa economia precisa parar de recompensar excessivamente aqueles que estão no topo e começar a trabalhar para todas as pessoas.

PRIVILÉGIOS QUE NEGAM DIREITOS

Relatório traz uma radiografia da América Latina e Caribe, região onde pessoas com muito privilégios e muito ricas convivem com outras, bem pobres. Estamos falando da região mais desigual do mundo. Nela, a riqueza se concentra, e a pobreza e as desigualdades se multiplicam. Os privilégios de poucos negam os direitos de muitos.

Downloads
  • Privilégios que negam direitos

    Para baixar o arquivo, preencha com seus dados:

imagem do banner
Veja Também:
Cadastre-se
Receba nossa newsletter