Enfrentar as desigualdades para vencer a pobreza

Dois trabalhadores da Oxfam foram mortos em ataque na Síria

Os dois trabalhadores são cidadãos sírios e foram atacados quando estavam de carro entregando ajuda humanitária a civis na região de Dar’a.

19/02/2020 Tempo de leitura: 1 minuto
 

Dois trabalhadores humanitários da rede Oxfam na Síria foram mortos hoje em um ataque em Dar’a, no sul do país, entre Nawa e Al-Yadudah.

Wissam Hazim (segurança) e Adel Al-Halabi (motorista) morreram quando o veículo em que estavam foi atacado por um grupo armado não identificado. Um voluntário da Oxfam ficou ferido no ataque. Wissam Hazim trabalhava para a Oxfam na Síria desde maio de 2017. Adel Al-Halabi se juntou à organização em janeiro de 2017. Ambos são cidadãos sírios.

A Oxfam presta homenagem aos dois trabalhadores mortos na Síria e condena o ataque. Também conclama todos os envolvidos no conflito na Síria a garantir a segurança das pessoas que trabalham na ajuda humanitária bem como dos civis que estão cercados pelo conflito.

Ajuda humanitária na Síria

“Estamos devastados com a perda de dois valorosos colegas que foram mortos enquanto trabalhavam para entregar ajuda a civis presos no conflito sírio. Nosso amor e pensamentos estão com suas famílias”, afirma Moutaz Adham, diretor da Oxfam na Síria.

“Condenamos veementemente o ataque. É essencial que as equipes que trabalham na ajuda humanitária possam dar assistência aos civis sem que sejam atacados.”

Em 2019, a Oxfam apoiou mais de 1,2 milhão de pessoas na Síria com ajuda humanitária, providenciando água potável, recursos, roupas e apoio para que os habitantes das áreas de conflito pudesse encontrar meios de ganhar a vida e cultivar alimentos.

imagem do banner
Cadastre-se
Receba nossa newsletter
 

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.