Enfrentar as desigualdades para vencer a pobreza

Filme “Frutas Doces, Vidas Amargas” é selecionado para a 5ª Feira de Ideias

Curta-metragem mostra a precária situação de trabalhadores da cadeia de frutas no Nordeste.

03/12/2019 Tempo de leitura: 1 minuto
 

Nosso filme curta-metragem “Frutas Doces, Vidas Amargas” foi selecionado para ser exibido na 5ª Feira de Ideias da Conectas deste ano no Sesc Pompeia.

Feito em parceria com a Papel Social, o filme é resultado de viagens ao Vale do rio São Francisco e ao Rio Grande do Norte, prósperas regiões produtoras e exportadoras de frutas do país.

Constatamos que a situação de milhares de trabalhadores é bastante precária – no trabalho e na vida pessoal – e exigia uma ação de nossa parte.

Frutas com sofrimento humano

Com isso, lançamos a campanha “Frutas Doces, Vidas Amargas” em outubro passado, com a divulgação de um relatório e a produção do filme curta-metragem.

O objetivo é pressionar os supermercados Pão de Açúcar, Big (ex-Walmart) e Carrefour a exigirem de seus fornecedores de frutas mais respeito e dignidade para seus trabalhadores.

Isso porque dados indicam que trabalhadores das cadeias do melão, uva e manga nas regiões visitadas estão entre os 20% mais pobres do país.

Além desses baixos salários, sofrem risco de contaminação por agrotóxicos e condições degradantes de trabalho – especialmente as mulheres.

Diga aos supermercados que você quer frutas livres com sabor de dignidade – assine nossa petição!

A Feira de Ideias é realizada desde 2015 na semana do Dia dos Direitos Humanos, reunindo projetos relacionados à defesa e promoção dos direitos humanos.

“É muito importante mostrar, nessa data, relatos de violação de direitos dos trabalhadores das frutas”, afirma Marina Marçal, analista da Oxfam Brasil.

“Celebrar esse dia é uma forma de lembrar a todos que a efetivação por direitos humanos é uma luta constante”.

""
Notícias Relacionadas:
imagem do banner
Cadastre-se
Receba nossa newsletter
 

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.