Enfrentar as desigualdades para vencer a pobreza

A Síria precisa de dinheiro para se reconstruir, não de mais um comunicado

Os representantes de governos que se reúnem nesta quinta-feira (14/3) em Bruxelas (Bélgica) para discutir a guerra na Síria precisam apresentar mais do que um ‘comunicado’ se realmente quiserem ajudar o país. Milhões de pessoas sofrem consequências graves com o conflito armado, que completa oito anos nesta sexta-feira (15/3), e o que elas realmente querem é recursos para reconstruírem suas vidas.

Em relatório publicado esta semana, a Oxfam e o Conselho Dinamarquês para Refugiados (DRC, na sigla em inglês) afirmam que os governos que se reúnem amanhã em Bruxelas precisam providenciar mais financiamento para ajudar os sírios a se recuperarem de tantos anos de conflito, que já matou milhares de pessoas e deixou quase 12 milhões delas dependentes de ajuda humanitária. As duas organizações pedem ainda que o governo da Síria permita que organizações humanitárias tenham acesso a todos aqueles que precisem de ajuda pelo país.

https://www.youtube.com/watch?v=tD5QiTRFoRY

A Síria está devastada com a guerra civil – prédios residenciais e escolas foram destruídas, as cidades estão sem água potável e saneamento básico, a fome é uma séria ameaça para a maioria da população. Mais de 80% dos sírios vivem hoje abaixo da linha da pobreza, e há mais de dois milhões de crianças estão fora da escola, segundo as Nações Unidas.

Para Moutaz Adham, diretor da Oxfam na Síria, milhões de pessoas no país precisam de dinheiro para alimentar suas famílias, colocar um telhado em suas casas, reconstruir escolas. “Eles não querem mais comunicados oficiais, eles querem ajuda efetiva para reconstruírem suas vidas e serem auto-confiantes novamente.”

Você pode fazer a diferença na Síria. Clique no botão abaixo e saiba como!

Doe agora